top of page
  • Dj Guilherme

TINA TURNER, A RAINHA DO ROCK N’ ROLL




Tina Turner, cantora americana considerada a rainha do rock n’ roll, morreu aos 83 anos na última quarta-feira dia 24 de maio de 2023. O falecimento foi confirmado pelo assessor da cantora. A causa da morte não foi divulgada, mas ela morreu “após uma longa doença” em sua casa na Suíça.


 A artista de sucessos como “What’s Love Got to Do with It”, “The Best” e “We Don’t Need Another Hero” se lançou em carreira solo na década de 80, ganhou 8 prêmios Grammy e vendeu mais de 100 milhões de discos.


Anna Mae Bullock nasceu em uma família pobre dos Estados Unidos. Aos 15 anos, foi abandonada pelos pais e cantou em boates para se sustentar. Em uma das apresentações, conheceu Ike Turner com a banda The Kings of Rhythm. Anna Mae pediu para ser backing vocal e em pouco tempo se tornou uma das vozes principais. Ike e a cantora decidiram formar uma dupla e, após se casarem, ela adotou o nome artístico Tina Turner. Ao lado do marido, dominou o cenário da música soul nos anos 60 e 70.


 


Em 1984, lançou o álbum "Private dancer". "Whats love gotta do with it", que ela não queria gravar quando ouviu pela primeira vez, virou um mega sucesso e ajudou Tina a vender mais de dez milhões de cópias em todo o mundo. O título de "rainha do rock" surgiu aos 45 anos. Nos shows e clipes, ela cantava e dançava sem perder o fôlego.

O álbum seguinte foi "Break every rule", com o qual Tina fez a maior turnê de sua carreira. Foram 14 meses viajando. Um show desta turnê no Brasil entrou para o livro dos recordes: a cantora reuniu 184 mil pessoas em uma única apresentação no Maracanã. O show foi transmitido ao vivo para todo o mundo.


No início dos anos 90, lançou a música "The best", tema de alguns atletas. Um deles foi Ayrton Senna, que subiu no palco ao lado de Tina em um show na Austrália, em 1993.

Além da música, ela estreou nos cinemas em 1975 no filme "Tommy". Dez anos depois, atuou em outro sucesso, "Mad Max – Além da cúpula do trovão". Cantou também o tema "We Don't Need Another Hero". Outra participação marcante em trilhas foi na de "007 contra Golden Eye".


O sucesso da música "GoldenEye" fez com que Tina Turner, então com 56 anos, lançasse um álbum, "Wildest dreams". No fim da década de 90, lançou o nono álbum da carreira solo e anunciou a aposentadoria dos palcos. "Twenty four seven" emplacou dois hits, mas o clima de despedida atraiu milhões para os shows.



Em 2008, para marcar os 50 anos dos prêmios Grammy, fez uma apresentação histórica. Além de cantar seus grandes sucessos, fez um dueto com Beyoncé.

Quando fez 73 anos, Tina Turner superou Meryl Streep e foi a mulher mais velha a estampar a capa da revista "Vogue". Em 2021, um documentário da HBO recontou com detalhes a vida e carreira dela.


Sucessos de Tina Turner:

- What’s Love Got To Do With It

- The Best

- We Don’t Need Another Hero

- I Don’t Wanna Lose You

- Proud Mary

- Typical Male

- Private Dancer

- Let’s Stay Together

- Goldeneye

- Two People

O mundo perde uma lenda da música!



Tina Turner (1939-2023)




Neste sábado dia 03/06 estarei animando o aniversário de 15 anos da Luany juntamente com a equipe Dj Maramar Eventos! E no dia 10/06 estarei agitando a recepção de formatura da Carina.

Quer ficar por dentro das baladas, me segue lá nas redes sociais galera!


Instagram: https://www.instagram.com/djguilhermeoliveira/

Youtube: https://www.youtube.com/@djguilhermeoliveira/

Segue o meu Playlist lá no Spotify:

Comments


bottom of page