top of page
  • Ághata Ramos, Agência Yaih

ANALISANDO CAPAS QUE MARCARAM OS 15 ANOS DA REVISTA YAIH




Caros leitores, hoje eu trouxe as relíquias! Como muitos sabem, neste ano a Agência Yaih completa 15 anos (uma bela debutante) então a autora dessa coluna foi até o arquivo da Agência resgatar algumas edições marcantes dessa trajetória e comentar um pouco de cada uma.



Começando com a primeira edição de todas, não tem como ela não ser especial, foi o início de tudo o que a gente conhece!

Nos primórdios da Yaih, a revista era toda em preto e branco e a primeira pessoa a estampar a capa dela foi a querida Juliana Martins, na época, estagiária da Agência (hoje em dia ela é arquiteta e só tem projeto bonito pela cidade)






Eu sou obcecada por essa edição, a capa e a matéria principal é simplesmente sobre FOFOCA. Gente?! Adorei. Ao maior estilo Revista Caras a Yaih resolveu falar de fofoca em uma época onde o povo tava acostumado com temas mais quadrados na região.









O Bullying sempre foi um assunto tabu por muitos anos sendo uma situação desrespeitosa e humilhante que muitas vezes é reduzido a uma "brincadeira", e ele não é. Ao expor um assunto desses e entrevistar uma pessoa vítima de bullying em 2011 a Yaih furou uma bolha, se posicionando contra o que era visto como "algo normal" e taxando essa situação cotidiana como o que ela é : uma absurdo.








Mais uma capa impactante. Essa edição é um lembrete poderoso de que a intolerância não deve ser ignorada, mas sim confrontada. Independentemente de time, religião ou opinião politica... É através do diálogo aberto, da compreensão e do respeito mútuo que podemos construir um mundo melhor, livre de preconceitos e discriminação.









Essa revista é mais rara que carta de pokémon lendário, é a edição 50 da Revista Yaih. A arte da capa reuniu diversas capas até aquele momento, e ficou bonitona.

Cada edição retratada na capa traz consigo uma história única e especial. Essa composição visual demonstra uma parte legado da Revista Yaih, sua evolução ao longo das edições.










Essa edição é mais recente e eu gosto por um motivo muito pessoal : adoro a Oktoberfest.

Na capa as meninas estão lindas, o chopp tá do jeito que a gente gosta e a fonte com a paleta de cores muito me agrada.




Eu só queria comentar, caso você não tenha percebido, o mercado Jepsen já está há 15 anos no nosso rodapé da capa. Vocês tem uma amizade 15 anos? A Yaih tem.




Nesses 15 anos a Yaih de falou de muita coisa e de muita gente, então existem outras dezenas de capas que marcaram época e até geraram polêmicas mas como não cabem todas aqui eu selecionei algumas que me chamaram a atenção. Quem saiba eu faça uma parte 2 hein?! Até logo pessoal!





bottom of page