top of page
  • Jefferson Dieckmann

OPINIÃO SOBRE O SHOW DE ROGER WATERS - THIS IS NOT A DRILL





Quem como eu, ouviu em sua juventude o disco “The dark side of the Moon” do Pink Floyd, que completou 50 anos agora em 2023, sabe do que estou falando. Na Altice Arena em Lisboa, um belo espaço com capacidade para 20.000 espectadores completamente lotada, eu fui conferir o mais novo show de Roger Waters, intitulado “This Is Not a Drill”.

Com opiniões políticas e pessoais muito fortes, ele já inicia o show com avisos como:




“Senhoras e senhores, por favor ocupem seus lugares, o show está pra começar. Mas antes vamos a dois comunicados importantes. Em primeiro lugar, por consideração aos que estão aí em volta, por favor desliguem seus celulares. E em segundo lugar, se você for um daqueles que diz “Eu amo o Pink Floyd mas não suporto as visões políticas do Roger”, bem, vai se f… e se dirija para o bar agora. Obrigado, por favor sente-se e aprecie o show.”



Naquela que talvez possa ser a sua última turnê mundial, Roger Waters surpreende com uma incrível produção com painéis de led em formato de cruz em 360 graus e uma experiência sonora e visual única. Neste show constam cerca de 20 clássicos do Pink Floyd e músicas mais recentes do ex-líder da maior banda de rock progressivo de todos os tempos. O setlist inclui temas como “Us & Them”, “Comfortably Numb”, “Wish You Were Here”, e “Is This The Life We Really Want?”.



Polêmico e muitas vezes criticado, um dos mais criativos músicos da cena mundial, deu o seu recado.


Trata-se de um espetáculo imperdível para aqueles que ainda acreditam em vida e boa música no lado escuro da lua.













Gostou do conteúdo? Siga o Jefferson no Instagram





bottom of page