top of page
  • Ághata Ramos, Agência Yaih

MATÉRIA ESPECIAL NA E.M.E.F SADY HAMMES

Atualizado: 6 de dez. de 2023



Na última quinta-feira, dia 30, a Escola Sady Hammes foi palco de uma criativa apresentação de trabalhos sobre empreendedorismo e publicidade, conduzida pela professora de Português, Aline Lorandi, que guiou os alunos do 8º ano em um desafio enriquecedor.


Os estudantes, divididos em 11 grupos, deram vida a projetos de empresas fictícias, com o propósito de conceber ideias inovadoras para empreendimentos que pudessem impactar positivamente São Lourenço do Sul. A avaliação das apresentações coube a uma banca de jurados, composta pela professora Aline Lorandi , pelo publicitário e sócio-proprietário da Agência Yaih, Junior Braga e pela redatora Ághata Ramos, responsável pela redação da Revista Yaih e pelo site agenciayaih.com.br. Davi Schmalfuss, supervisor comercial da ACI/CDL representou a entidade integrando o júri, juntamente com a vice-diretora Luisa Helena dos Santos, a vice-diretora Carine da Silva e as auxiliares de turma Adriana e Franciele que representaram a E.M.E.F Sady Hammes.



Os critérios de avaliação contemplaram a criatividade, a apresentação, a originalidade e a relevância das propostas para a sociedade. A mostra de trabalhos foi marcada por ideias excelentes, destacando o talento e a expertise dos alunos, que não apenas apresentaram uma visão empreendedora notável, mas também demonstraram habilidade ao responder aos questionamentos da banca avaliadora.


É crucial destacar o papel fundamental da Professora Aline Lorandi nesse processo, ao apresentar a ideia aos seus alunos e orientá-los para que entregassem o melhor de si. Ela não apenas os incentivou, mas também organizou as apresentações, oferecendo suporte para que cada aluno pudesse destacar seu potencial único. A iniciativa de Aline em convidar membros para compor uma banca julgadora contribuiu significativamente para o enriquecimento de ideias.



A Yaih captou um relato de Aline, que demonstrou orgulho por seus alunos.

Aline Lorandi compartilha sua abordagem ao trabalhar com adolescentes, destacando a importância de abordar temas que se alinhem com os interesses e necessidades da turma. Ao perceber que o empreendedorismo ressoava com seus alunos, ela criou uma atmosfera propícia ao desenvolvimento das ideias.


Aline Lorandi- Professora de Português

“Percebemos que a ideia de empreendedorismo combinava com eles, eles são uma turma madura, e a ideia fechou com o que eles gostavam…também vieram palestras da ACI/CDL e a combinação de tudo culminou para esse momento. É uma turma que possui um desempenho na oralidade muito grande. Para o trabalho, eles realizaram uma parte escrita, mas optei por avaliar mais a fala, que é a maior força deles. Foi uma forma de incentivá-los, de mostrar que eles têm potencial e que devem investir nisso. Estou muito orgulhosa.”


Os alunos que apresentaram seus projetos na ocasião foram:

Alessandro Soares da Cunha

Amanda Buchweitz

Amanda Gonçalves

Ângela Brochado do Nascimento

Arthur Eichholz Menezes

Charles Petri Coruja

Emanuelle de Souza

Estefane Eichholz

Flávia Peglow

Jader Soares

Ketley do Nascimento

Leonardo Gehke

Matheus Einhardt

Paulo Ricardo Ribeiro

Rickelme Queirós

Tailine de Oliveira

Talys Mourão

Thafne Hellwig



A Agência Yaih teve a oportunidade de conversar com as vice-diretoras da Escola Sady Hammes, Luisa Helena Costa dos Santos e Carine Nunes da Silva, acerca da importância de atividades como a recente apresentação de projetos de empreendedorismo.


Luisa Helena compartilha que, na Escola Sady Hammes, a missão é orientar os alunos para o mundo em desenvolvimento. Reconhecendo que os jovens estão em constante crescimento, ela enfatiza a importância de projetos mais amplos, que proporcionem uma visão expandida e perspectivas mais amplas sobre o mundo e suas oportunidades. Para Luisa Helena e a vice Carine, é crucial promover projetos inovadores, como o conduzido pela Professora Aline. "Os alunos devem entender a importância da educação como um todo... A educação não se resume a ficar sentado em uma sala de aula enquanto o professor explica; é uma troca de experiências e ideias entre professor e aluno. Por isso, a existência desse tipo de projeto é fundamental, desenvolvendo a oralidade deles e ampliando suas perspectivas."


A vice Carine destaca a necessidade de inovar para manter o interesse dos alunos na escola, especialmente em um mundo onde as tecnologias competem pela atenção. "Hoje em dia, com as tecnologias, a escola pode não parecer tão interessante quanto ficar no celular. Utilizar a tecnologia em ambiente escolar pode torná-la até uma aliada."


Vice-diretora Luisa Helena (à direita) e vice-diretora Carine (à esquerda)

Ambas concordam que o maior desafio da educação atual é fazer com que os estudantes percebam a educação como um todo. A Escola Sady Hammes atende do jardim até o 9º ano do ensino fundamental, com 270 alunos. Luisa Helena e Carine destacam a complexidade de lidar com uma diversidade de personalidades, histórias e origens entre os alunos. Como responsáveis pela direção, em conjunto com a diretora Adriane, elas buscam compreender a realidade de cada aluno e adaptar suas abordagens para incentivá-los na busca pelo conhecimento.


Ambas ressaltam a força da equipe da Sady Hammes, enfatizando a união entre a direção, as supervisoras, os professores e todos os funcionários, como um fator fundamental para o sucesso educacional na escola.












bottom of page