top of page
  • Raquel Nogueira

DESPESAS DO INÍCIO DO ANO: SAIBA COMO SE ORGANIZAR

Confira o passo a passo para não se apertar com as despesas do início do ano

 



No mês de dezembro tudo é festa: chega o décimo terceiro, as férias, as viagens, o Natal e os presentes. Mas, sem um bom planejamento financeiro, essa alegria toda pode acabar com a chegada das despesas sazonais — mais conhecidas como as despesas de início de ano.

 

Essas contas são pagas apenas uma vez no ano e, por isso mesmo, são muitas vezes esquecidas na hora de planejar os gastos. Mas, de que contas estamos falando?

 

●     Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU)

●     Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA)

●     Gastos com seguro do carro

●     Matrícula e material escolar

 

Como pagar tudo isso com tranquilidade?

 

Aprender a se organizar para não passar noites em claro com essa enxurrada de despesas que vêm junto com o ano novo pode não ser tão difícil.

 

É fundamental incluí-las no planejamento financeiro. Assim, elas não comprometem o orçamento destinado para os demais gastos fixos e compras, e você não vai precisar fazer malabarismos para deixar todos os seus pagamentos em dia.

 

Para começar janeiro pagando suas contas sem recorrer ao cheque especial ou a empréstimos bancários, se liga no nosso passo a passo.

 

1)    Conheça suas contas

 

O autoconhecimento é o passo número um de qualquer planejamento financeiro. Você precisa saber detalhadamente quanto gasta e no que. Faça uma lista com todas as suas despesas de início do ano e mantenha um controle permanente.

 

2)    Dívida a despesa e poupe dinheiro todo mês

 

Esse processo é conhecido como provisão financeira. Seu objetivo é cobrir custos que são esperados e previstos, mas que ainda não aconteceram. Custos, portanto, que precisam ter recursos destinados especialmente para eles.

 

Quando você tiver todos os seus gastos listados, vem a hora de planejar. Pegue o montante total do que você precisa pagar no ano e adicione 5% ao valor — esse percentual é uma aproximação que corresponde à inflação.

 

Os 5% acrescentados ao montante funcionarão como uma segurança para seu orçamento. A escola dos seus filhos reajustou a taxa de matrícula mais do que você esperava? Sem problemas, seu planejamento somado a essa “taxa” vai comportar o novo valor a ser pago.

 

Vamos pensar utilizando um exemplo: suponhamos que suas contas de janeiro somam R$ 10 mil. Com a taxa de segurança, elas custarão R$ 10.500. Feita a soma, você precisa dividir o montante por 12 e encarar o resultado como mais uma conta que você precisa pagar todos os meses.

 

3)    Faça uso de uma aplicação de liquidez diária

 

Agora, você já sabe quanto precisa guardar por mês. Isso facilita as coisas, mas o mais importante é levar a cabo essa estratégia é realmentee realmente guardar o valor calculado todos os meses.

 

No exemplo acima, em que a meta é ter R$ 10.500 reservados para as despesas sazonais, você teria que se comprometer a poupar R$ 875 por mês. Para isso, a nossa dica é que você faça um investimento de liquidez diária. Mas, o que é uma aplicação de liquidez diária?

 

São aquelas modalidades de investimento que permitem que você retire o valor aplicado a qualquer momento, sem que ele perca valor. Assim seu dinheiro fica guardado — o que faz com que você não caia na tentação de usá-lo para pagar outras contas ou fazer compras — e você ainda pode fazer com que ele renda. A seguir, explicamos algumas delas:

 

●     CDB (Certificado de Depósito Bancário)

●     Tesouro Direto

●     Fundos DI

●     Poupança

 

Os Certificados de Depósito Bancário (CDB) são títulos emitidos pelos bancos para arrecadar verba para suas atividades. Na prática, você empresta dinheiro ao banco por um tempo e, quando pega de volta, recebe-o acrescido de juros. Ele é considerado um investimento conservador, ou seja, seguro, já que conta com a proteção do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) (linkar texto do FGC). Nem todos os títulos desse tipo têm liquidez diária, então é bom ficar de olho antes de escolher.

 

Já no Tesouro Direto, você empresta seu dinheiro para o financiamento de projetos do Governo Federal. Isso ocorre por meio da compra de títulos públicos, que serão depois retornados a você com as devidas correções. Ele é considerado muito seguro e permite o investimento mínimo de R$ 30. Além disso, você pode resgatar o dinheiro a qualquer momento.

 

Os Fundos DI são fundos vinculados à taxa do CDI, os Certificados de Depósitos Interbancários. Os CDI são títulos emitidos pelos bancos para empréstimos de um dia de validade entre eles.  Por isso, os Fundos DI têm rentabilidade diária. Então, mesmo que você decidisse sacar seu dinheiro um dia depois de aplicá-lo, ainda receberia um rendimento.




Por fim, a poupança é uma velha conhecida, além de amplamente utilizada. Ela também é protegida pelo FGC, como os Certificados de Depósito Bancário, mas apresenta rendimento consideravelmente inferior a todas as opções anteriores.

 

Depois de escolher a opção que mais se encaixa no seu perfil e investir nela, é só sacar o dinheiro na hora de pagar as contas no começo do próximo ano. E, até para essa etapa, temos um conselho para você.

 

4)    Aproveite as possibilidades de pagamento

 

No caso do IPTU e do IPVA, por exemplo, é comum que os municípios e estados ofereçam desconto para pagamentos antecipados ou à vista. O mesmo vale para algumas empresas de seguro de automóveis. Nesses casos, é recomendado que você aproveite essas oportunidades de desconto.

 

Arcar com gastos desse porte antecipadamente sem planejamento financeiro pode ser difícil. Mas, se você seguir nosso passo-a-passo, o valor desses pagamentos já estará garantido nas suas aplicações.

 

É possível até que você saia dessa situação com um pouco de dinheiro sobrando. Se isso acontecer, você pode usar o restante para já começar a poupar para as despesas do início do ano que vem. Ou, então, se sua situação financeira estiver mais tranquila, pode comprar alguma coisa que esteja querendo ou precisando.

 






Nos siga no instagram @encheobolso e receba conteúdos como esse.

bottom of page