top of page
  • Ághata Ramos, Agência Yaih

CHEQUE ESPECIAL : DÍVIDA FÁCIL








Yaih pessoal, tudo certo? Apesar do ano de 2023 estar ainda no começo muitas pessoas

estão presas em coisas do ano anterior: as dívidas.

Todo fim de ano as agências de pesquisa realizam levantamentos com dados sobre determinados assuntos, e um deles é o percentual de pessoas endividadas no nosso Brasil. Em setembro de 2022 a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e turismo (CNC) divulgou que o número de famílias endividadas atingiu 79,3% do total de lares no país. É mais da metade do povo brasileiro. Um dos grandes causadores de dívidas é o cheque especial, uma alternativa que muita gente opta, mas sem saber exatamente o que é.

Hoje a Yaih resolveu fazer diferente do habitual, nós iremos explicar como funciona o Cheque Especial e o que você deve fazer para não se endividar.



O que é o Cheque Especial?




Caro leitor, imagine a seguinte situação: Você necessita pagar uma dívida com urgência, porém não possui saldo na conta corrente, dinheiro nenhum. Mesmo assim, você paga com o cartão de débito e a dívida é quitada. Como isso aconteceu? Simples, o banco pagou para você. Baseado em uma análise realizada no dia que você criou a sua conta, o banco disponibiliza uma linha de crédito pré-aprovado, um valor que o banco tem disponível para disponibilizar ao cliente além do saldo. Quando você usa esse valor, você entra no cheque-especial.

Mas não pense que o banco está sendo camarada e te dando dinheiro porque acha você legal. Esse valor é emprestado. Você terá que devolver.


Ah, e vai pagar com juros. Juros altos.


Essa opção está disponível para a grande maioria dos brasileiros que possuem conta em qualquer banco, se enquadra em um empréstimo e se diferencia apenas no fato de que não precisa ser solicitada pelo cliente do banco e, também não necessita de avaliações seguidas de crédito.

Além disso, o cliente do banco não recebe informações das taxas e encargos por escrito em nenhum contrato, o que muitas vezes torna o cliente alheio as informações.


Nessa altura do campeonato já entendemos de que o banco libera essa linha de crédito e não exige muitas garantias. Aí está o pulo do gato, os juros para devolver esse “money” são elevadíssimos. De acordo com informações do Banco Central, no Brasil as taxas de juros anuais da modalidade variam entre 31% até mais de 250%. O banco cobra juros diários, então cada dia que passa a pessoa deve mais.

A facilidade de acesso ao dinheiro e a falta de informação sobre os juros faz milhões de brasileiros se endividarem todos os anos.


Yaih, como evitar as dívidas?


1. Evite entrar no cheque especial, agora que você já está ciente dos riscos com o alerta

da Yaih fique atento na hora de gastar. Se planejar financeiramente é fundamental.


2. Imagine esse crédito como um extintor de incêndio, só use para emergências. Emergências costumam ser raras, se todo mês você tem uma emergência, não é algo acidental e sim uma má organização.


3. Pague o mais rápido possível. Alguns bancos beneficiam o cliente com os primeiros 10 dias de dívida sem juros, ou seja, se pagar dentro desse período não há adição de juros ao valor. Não se esqueça, quanto mais você demora, mais caro você paga.


4. O saldo não é extensão do seu dinheiro. O seu saldo pessoal é uma coisa e o dinheiro que o banco tem disponível é outra coisa. Existe uma linha e você não deve confundi-la. Se a renda não está sendo suficiente para arcar suas despesas básicas, corte os gastos.


5. Preste atenção na sua conta, você pode ter entrado no cheque-especial e nem se deu por conta.


6. Se você entrou no cheque-especial fica esperto com os prazos. Os juros aparecem todos os dias, então sim, tempo é dinheiro.


7. Caro leitor, se a situação apertar... renegocie a dívida. Vista sua roupa de negócios, ensaie uma postura estilo Shark Tank e marque uma reunião com o banco para sua negociação de dívida.



Yaih galera, já sabiam dessas informações? Se você curtiu esse conteúdo fique ligado no nosso conteúdo! A Yaih é de tudo um pouco!


Comentarios


bottom of page